• This is Slide 1 Title

    This is slide 1 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 2 Title

    This is slide 2 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 3 Title

    This is slide 3 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

28 de set de 2009

Sim! Jesus foi previsto por Isaías




Isaías – Capítulo 44:01-28

É comum o uso distorcido dos escritos do profeta Isaías por parte dos missionários através de traduções grosseiras com um único objetivo: enganar judeus.
Versos do Novo Testamento fazem muitos verem seu "messias" por quase todo livro de Isaías. Mas o que realmente Isaías falou sobre Jesus, de Nazaré?

Em Assêret Hadribot D’us ordena ao povo Judeu: "Não terás outros deuses diante da Minha Presença. Não farás para ti nem imagem nem escultura nem nada semelhante ao que há nos céus acima, ou na terra embaixo, ou na água debaixo da terra. Não te prostrará diante deles nem os servirás;pois Eu sou o Senhor Teu D’us – um D’us zeloso, que visita a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração dos que me aborrecem. Mas mostrarei bondade para centenas de gerações àqueles que Me amarem e cumprirem Meus mandamentos."
Este é o segundo mandamento do Eterno, e dele podemos tirar algumas conclusões que colocam por terra à alegação missionária sobre o servo da imprecisa divisão do "capítulo 53" do livro de Isaías. Advogam que o servo se trata de uma pessoa alegando que a narração está no singular, no entanto, veja como D’us se dirige a todos os israelitas (a nação judaica inteira) ao ditar o segundo mandamento:"Não terás outros deuses diante de mim…". O Eterno se dirige aos israelitas no singular, "não terás" e não no plural. Já desde do princípio os judeus são tratados pelo Eterno como uma unidade, seu servo.
Além das lições que este mandamento nos dá, nele consta uma ordem expressa que ouvimos e recebemos no Sinai. "Não terás outros deuses diante de Mim". Aqui não cabe discussão nem questionamentos. Adorar Jesus, de Nazaré não é Judaísmo, muito menos "messiânico", adorar Jesus nada mais é que um belo ato de Cristianismo, que respeitamos, mas não podemos admitir imiscuir-se no Judaísmo e pior, alegar-se parte dele. O profeta Isaías nos alertou sobre este evento, á adoração ao deus da madeira.
44:01-07 – A narração começa… Contudo, ouve agora, ó Jacob, Meu servo; ó Israel a quem escolhi. (Is 44:1) Eu sou o primeiro e Eu sou o último, e não existe D’us além de Mim! (Is 44:6) …tudo que foi feito desde que este povo antigo escolhi. (Is 44:7)
44:08 – E pergunta: Porventura há outro D’us alem de Mim? (Is 44:8)
44:08 – A resposta: Não! Não há outra rocha. (Is 44:8)
44:08 – Para o judeu não ter dúvidas Nenhuma outra conheço, nem conhecereis. (Is 44:8)
‘Nem conhecereis’ afirma que não existirá nenhum outro deus, não existe esta possibilidade, pois Ele é único. Vários deuses, trindade, Jesus de Nazaré etc não faz parte do Judaísmo. 44:11 – A profecia sobre Jesus, de Nazaré!
Depois de explicar que não pode existir outro deus, inicia-se a profecia sobre o evento do falso "messias":
Cobertos de vergonha ficarão todos que se tornaram seus adeptos.(Is 44:11) Se refere a Era Messiânica quando o Messias – único e verdadeiro – triunfar e resgatar os judeus e as nações para servirem a um verdadeiro D’us, único e indivisível. Venham todos e raciocinem (Is 44:11)
Conclama ás pessoas a pensarem naquilo que idolatram como "messias" ou deus – Jesus, de Nazaré.
44:11 – Isaías ensina:
…temerão então somente ao Eterno (Is 44:11)
Proíbe a idolatria de qualquer coisa, inclusive de Jesus. Para que os judeus enganados se arrependam e façam teshuvá.
44:11 – Aos judeus que seguirão o falso messias:
Se envergonharão de suas ações (Is 44:11)
Isto já acontece hoje com muitos judeus resgatados de seitas missionárias do tipo Jews for Jesus etc. Judeus que participaram deste tipo de fraude e retornam ao Eterno (normalmente mais fortalecidos no seu Judaísmo) envergonham-se de terem participado de tamanha fraude.
44:13-17 – Sobre um deus crucificado em uma cruz de madeira:
O carpinteiro estende um cordel e com um burril esboça uma imagem. (Is 44:13)
Quem é o carpinteiro? Não é necessário dizer.
A imagem de Jesus, de Nazaré, em uma cruz de madeira, que é ainda hoje objeto de adoração para milhões de cristãos.
Outros não adoram a imagem da cruz de madeira mas, adoram aquele que nela foi colocado, um ‘esboço de sua imagem’ na madeira, o deus carpinteiro como diz a profecia, o deus da madeira (pau) como nos alerta a Torá em Devarim (Deuteronômio) 28:60.
…diante dele se prostra (Is 44:17)
Infelizmente, quantos judeus (e não judeus) se prostram para o deus da madeira ou para sua cruz?
Do que sobrou da madeira faz para si um deus, (Is 44:17)
Aviso sobre a venda (comércio) de indulgências praticado pelos cristãos em várias épocas: antes eram "pedacinhos" da cruz, de madeira, onde Jesus, o carpinteiro, foi crucificado pelos romanos; hoje, a venda da salvação através de objetos como pulseiras, cordões etc.
‘Salva-me porque tu és meu deus’ (Is 44:17)
Sim, quantos se curvam diante de Jesus (o carpinteiro) procurando, pedindo, gritando e implorando salvação ?
44:19-20 – O comportamento dos adoradores (judeus e não judeus) do deus da madeira.
Não percebem, não entendem, porque seus olhos estão obliterados e não conseguem enxergar (Is 44:19)
Não precisamos debater aqui o fanatismo religioso de (boa) parte dos adoradores de Jesus, que chegam ao extremo de mentir que são judeus.
No passado (não muito distante) quantos cristãos obliterados não conseguiam entender e perceber que os judeus não podem adorar outro deus que não seja o D’us de Israel. E diante desta cegueira e falta de compreensão quantas barbaridades foram cometidas contra os judeus?
Não entendem!Nenhum deles cai em si, pois não tem a capacidade de raciocinar (Is 44:19)
Isto fica claro quando missionários são confrontados com as distorções praticadas pelo cristianismo nas Escrituras Hebraicas e, mesmo assim,"nenhum deles cai em si".
Ajoelhar-me-ei ante o tronco de uma árvore? (Is 44:19)
A cruz era feita de? Madeira, tronco de árvore. Vocês vão se ajoelhar para uma tronco de madeira? – pergunta, alertando sobre Jesus e sua cruz.
…e seu coração, equivocado como está, não lhe permite encaminhar-se para a salvação, (Is 44:20)
Aqueles que adorarem de Jesus, de Nazaré, não conseguirão (e realmente a maioria não consegue) se desvencilhar desta adoração. Porém um aviso, esta adoração não ‘encaminha para salvação’.
Não estarei confiando em mentiras? (Is 44:20)
A salvação pregada pelo deus carpinteiro é realmente uma salvação? Mas salvar você judeu de que? Você já está condenado e não te avisaram? Que D’us injusto seria o D’us de Israel se todos nós já nascêssemos condenados. Esta é a visão dos adoradores de Jesus (incluindo judeus), mas tudo isto está muito longe do Judaísmo.
44:21 – Ressalta e alerta:
Lembra-te destas coisas, ó Jacob, porque tu és Meu servo, ó Israel! (Is 44:21) Eu te formei para ser Meu servo; não Me esqueças, ó Israel. (Is 44:21)
O profeta avisa aos israelitas para que não esqueçam de D’us e seu pacto, para não servir a um novo deus de um novo testamento; e exprime quem é o verdadeiro servo.
Eu sou o Eterno, que cria todas as coisas, que sozinho expandiu os céus e estendeu a terra: (Is 44:24)
Avisa que não tem parceiros nem espaço para uma unidade de três, uma trindade. Somente ele, sem deus de cruz, de madeira, deus filho, deus carpinteiro, deus espírito santo etc.
44:28 – Um alerta sobre a invenção do sacrifício de Jesus . - e sobre o Templo: ‘ele será restabelecido’ (Is 44:28)
Ou seja, que os sacrifícios retornarão. É bom sempre ressaltar que no Judaísmo, sacrifício humano como ensinado pelos cristãos com relação a Jesus, não encontra respaldo, trata-se de um sacrifício proibido por D’us. É estanho, o filho "predileto" de D’us não conhecer as próprias leis do seu "pai". Na crença judaica cada ser (individuo) é totalmente responsável pelos seus atos e responderá e será responsabilizado por eles. Sacrifício humano é totalmente proibido pela Torá. No capítulo 53 onde são relatados injustiças que seu servo (Israel – o povo judeu) sofrerá, é triste notar que elas se encaixam perfeitamente no contexto histórico das perseguições sofridas pelos judeus no século XI pelos seguidores de Jesus, de Nazaré.
_____________
Fonte: Judeus.org

25 de set de 2009

Encontro com Deus.

Amados, este final de semana eu e minha amada estaremos participando de sexta à domingo do Encontro com Deus. Cremos que Ele vai mover o sobre natural na minha vida e da minha amada e na vida dos meus filhos e minha filha, além da vida dos nossos irmãos em Cristo que tambem vão participar. Vamos estar clamando ao Senhor não só por nossas vidas, mas também pela sua vida leitor e seguidor de nossos blogs. Fiquem na Paz

21 de set de 2009

O amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo

Diante de tudo isso, o que mais podemos dizer? Se Deus está do nosso lado, quem poderá nos vencer? Ninguém! Porque ele nem mesmo deixou de entregar o próprio Filho, mas o ofereceu por todos nós! Se ele nos deu o seu Filho, será que não nos dará também todas as coisas? Quem acusará aqueles que Deus escolheu? Ninguém! Porque o próprio Deus declara que eles não são culpados. Será que alguém poderá condená-los? Ninguém! Pois foi Cristo Jesus quem morreu, ou melhor, quem foi ressuscitado e está à direita de Deus. E ele pede a Deus em favor de nós. Então quem pode nos separar do amor de Cristo? Serão os sofrimentos, as dificuldades, a perseguição, a fome, a pobreza, o perigo ou a morte? Como dizem as Escrituras Sagradas: Por causa de ti estamos em perigo de morte o dia inteiro; somos tratados como ovelhas que vão para o matadouro. Em todas essas situações temos a vitória completa por meio daquele que nos amou. Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o Universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor.

17 de set de 2009

As Mulheres

Nós, pregadores, tentamos impressionar tanto os nossos ouvintes com verdades transformadoras, que às vezes exageramos. Acho que isso ocorre quando dizemos que Jesus morreu sozinho na cruz. Sim, ele foi abandonado por aqueles judeus materialistas, inconstantes, por seus apóstolos e até mesmo pelo Pai, quando tomou sobre si as nossas iniqüidades, mas Jesus não estava completamente só.
Na cena comovente da cruz, vemos as mulheres fiéis na vida de Jesus. Na verdade, três dos evangelhos contam que essas mulheres se achavam à distância, contemplando o que se passava na cruz; mas João 19:25 diz que elas se encontravam próximas à cruz.
Essas mulheres galiléias eram caras amigas de Jesus. Elas o ajudavam como podiam (Lucas 8:3; Marcos 15:41). A compaixão, o amor e a dedicação delas por Jesus em seu ministério e agora em sua morte devem ter incentivado muito a Jesus em meio à crueldade, ao ridículo e à descrença. Salomé, mãe de Tiago e de João, encontrava-se na cruz. Se tivéssemos estado lá, poderíamos ter abandonado Jesus por causa do amargor e do ressentimento. Em Mateus 20:20, ela pediu que Jesus desse lugares de destaque aos filhos dela no reino. Jesus ensinou a ela e a seus filhos como estavam errados em sua ambição.Salomé S a mulher que Jesus recusou; ainda assim, lá estava, na cruz S sempre dedicada a Jesus, mesmo sem conseguir o que queria. Muitos desistem de Jesus quando não vêem preenchidos os seus desejos, mas Salomé nos ensina a confiar no Salvador apesar da decepção que possamos sentir.Maria Madalena estava lá. Ela já tinha conhecido a desgraça de ser possuída por sete demônios, mas, depois que Jesus os expulsou, Maria era uma nova mulher. O amor dele a havia resgatado, e o amor constante dela por ele jamais se esvaneceu. Mesmo na cruz, quando as pessoas diziam que ele tinha fracassado e era um blasfemador, ela continuou a amá-lo, segundo mostra o seu retorno ao túmulo no dia em que Jesus ressuscitou dos mortos. Não é maravilhoso que a primeira a ver o Cristo ressuscitado tenha sido essa discípula dedicada? Da mesma forma, se permanecermos fiéis ao Senhor, o veremos em toda a sua glória (2 Tessalonicenses 1:10).
Depois vem Maria, sua mãe. Situada sob a cruz, é possível que ela tenha pensado naquele dia em que se achava no templo, uma mãe ainda jovem. Ela e José estavam levando o menininho para ser apresentado ao Senhor. Um velho saiu da multidão e profetizou que aquele recém-nascido seria um Líder de homens, um Rei das nações. Depois disse a Maria diretamente: "Também uma espada traspassará a tua própria alma". Na cruz, cumpriu-se a profecia.
A espada feriu a alma dela quando pensou nas três últimas décadas que se haviam passado. Ela tinha sido a primeira a dar um beijo terno em sua testa, mas agora essa testa estava coroada de espinhos. Ela tinha segurado as mãozinhas quando ele deu os primeiros passinhos, mas agora essas mãos estavam pregadas numa cruz. Ela tinha guiado aqueles pezinhos no caminho correto, mas agora estavam cravados num madeiro.
Ela deve ter lembrado como ele deixou perplexos os mestres de Jerusalém com o seu conhecimento, e deve ter recordado quando ele lhe disse: "Me cumpria estar na casa de meu Pai" (Lucas 2:49). Ali começava a separação. (Pais, como essa separação dói, não é?) Maria sabia que tudo seria diferente no futuro. Nem sempre entendia, mas guardava a informação no coração e a considerava. Na cruz, o quebra-cabeça começa a fazer sentido e lhe traspassou a sua alma.
Jesus foi crucificado abertamente, diante de todos e de modo vergonhoso. E ali ficou Maria, sentindo a espada atravessar-lhe a alma. Ela viu Jesus lutar para conseguir fôlego, e depois não mais respirou. Se pudéssemos entrar no coração desta mãe e visualizar essa cena no Calvário, sobretudo esses momentos finais, o sacrifício de Jesus seria mais real para nós.
Impressiona-me o fato de Maria permanecer calada. Se havia alguém que soubesse realmente a verdade, teria sido a mãe. O silêncio dela é um testemunho eloqüente de que Jesus é Deus, o Filho que veio em forma humana. Ela permaneceu diante da cruz sem se envergonhar e o amou até o fim. Como foi triste o momento em que Jesus provê um filho para Maria! Mas Maria e João se completavam, porque na morte de Jesus estavam perdendo mais que os outros. Maria perdia um filho, e João perdia seu Mestre, que o amava mais que aos restantes. Nem Maria nem João o teriam de novo da forma em que uma vez o haviam conhecido, num relacionamento terno e amoroso. Jesus entendia o seu amor mútuo por ele e, ao morrer, entregou um ao outro.
Jamais subestimemos a importância dessas mulheres. Outros fugiram, mas essas discípulas dedicadas arriscaram tudo para consolar a Jesus em sua angústia. Não teria sido fácil presenciar a agonia, a vergonha e a indignidade de sua morte. Ficaram firmes lá, no entanto. Uma coisa é ficar ao lado de Jesus em seus momentos de alegria e de vitória, no dia de seu poder, quando curou enfermidades, expulsou demônios e ressuscitou mortos. Porém, outra coisa é ficar a seu lado na cruz, quando o céu parecia fechado para os seus clamores e o diabo parecia tão vitorioso. Mas essas mulheres se mantiveram inabaláveis. Nada podia vencer o amor e a compaixão que sentiam pelo Salvador. Que sempre sejamos tão dedicados e firmes em nosso compromisso para com o Senhor quanto o foram essas mulheres.

Por : Barry Hudson



___________________________________________________

11 de set de 2009

Parabéns

PAIstor Alexandre e sua espôsa irmã Rita

Amados este é o meu "PAIstor" Alexandre Macedo de Oliveira que este mês está completando 41 anos, é um servo do SENHOR de excelência, um apaixonado por almas.
Pai e esposo amoroso, um verdadeiro sacerdote e líder espiritual, mesmo com suas atividades pastorais não deixa de ir ao maracanã ver seu time jogar ( fluminense ), ir ao shopping e ao cinema com suas filhas e seu filho e sair com sua esposa num momento a dois, vivendo numa so carne.
É frequentador assíduo do monte, certa vez orando no monte DEUS lhe deu visão de comprar um imóvel maior já que nossa sede estava se tornando pequena e DEUS lhe mostrou um imóvel com 26.000 m2, uma fábrica desativada da pepsi cola no valor de 1 milhão de reais fora as dividas de IPTU atrasados,reformas e construções já que era um terreno muito grande mais apenas um esqueleto de uma fabrica depedrada, além disso a igreja fica localizada num bairro pobre e considerado um dos bairros mais perigosos do RJ o bairro de inhaúma de frente ao complexo do alemão e a maioria dos membros são humildes e de baixa renda. Mais o PAIstor falou que não era uma visão e nem um projeto seu, mais sim de DEUS e que DEUS iria honrá-lo e a igreja iria comprar e pagar na fé e realmente DEUS fez um mover sobrenatural em nossa igreja e o imóvel foi comprado, foi pago e as dividas foram pagas e esta sendo reformado pela fé.
Ai esta o CIAM o maior complexo evangelístico Batista com espaço para 6000 pessoas e várias lojas para a honra e gloria do nosso Senhor Jesus Cristo. Nosso PAIstor pediu de presente este ano a suas ovelhas um onibus, para abençoar as suas outras ovelhas que não podem participar de todos os cultos, por falta de dinheiro de passagem e este onibus vai fazer o itinerário próximo a casa dessas ovelhas e assim abençoa-las . E o nosso PAIstor já ganhou o onibus.
PAIstor um feliz aniversário! Eu e minha familia o amamos muito e as suas 2000 ovelhas também DEUS lhe abençõe.


Este é o CIAM
Centro Internacional de Adoração e Missões
da
Primeira Igreja Batista em Inhaúma






PAIstor presidente: Alexandre Macedo de Oliveira


























4 de set de 2009

Observatório Musical: Lázaro – Morar no céu

Lázaro

Refrão:
Ainda bem que eu vou morar no céu
Ainda bem que eu vou morar com Deus(bis)

Meu Deus,o mundo está cheio de horror
Os mentirosos reinam sem pudor
Mentes brilhantes planejando o mal
Mas eu não desânimo, pois sou sal
A integridade foi pro além
No mundo ninguém ama mais ninguém
Mas Jesus Cristo disse:”Filho eu vou voltar,pra te buscar…”

Refrão:
Ainda bem,que eu vou morar no céu

Restaura Tua casa,Oh Senhor
Acaba o show restaura o louvor
Riqueza e fama agora é a pregação
Já não se fala mais em salvação
O mundo está tentando enganar
Aqueles que o bom Deus virá buscar
Mas permaneço firme e forte
Eu levo a minha cruz,pois eu sou luz

Refrão:
Ainda bem que eu vou morar no céu

Eu vou subir,euvou subir,eu vou subir,eu vou subir
Os inimigos da igreja vão ficar aqui
Eu vou subir,eu vou subir,eu vou subir
A depressão as enfermidades vão ficar aqui
Eu vou subir,eu vou subir
Satanás com seus demônios
Não vão me impedir
Eu vou subir,eu vou subir

Refrão:Ainda bem que eu vou morar no céu
Ainda bem que eu vou morar com Deus

Não gosto do tema desta música: “ainda bem que vou morar no céu”. Esta é a mentalidade que faz milhares de cristãos alienarem-se dos problemas da humanidade e declararem que seus pensamentos não estão nas coisas deste mundo. Muitos há que olham apenas para os problemas da sua igreja, como: o pastor não falou comigo; o líder de louvor não me escalou este mês; ou, ainda, eu não consigo desenvolver meu ministério na igreja.Esse tipo de afirmação contribui para um escapismo de muitos evangélicos.
Há os que pensam que política, por exemplo, é coisa do diabo, ou que a pobreza e a miséria existem por culpa do governo – “eu não tenho nada a ver com isso”. Não adianta, portanto, lutar pela mudança da sociedade. Esta está predestinada à destruição mesmo, pois “o mundo jaz no maligno”.Mas será que este tipo de pensamento é justificado pela bíblia?Primeiramente, a bíblia jamais diz que os salvos morarão no céu. Pelo contrário, afirma que OS JUSTOS HERDARÃO A TERRA, E NELA HABITARÃO PARA SEMPRE (SL 37:29). Yeshua não contradiz esta doutrina quando predica a respeito das bem-aventuranças: Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra (Mt. 5:5). João, por sua vez, ensina que “vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.” (Ap. 21:2)Em segundo lugar, se somos o sal da Terra e a Luz do Mundo, temos que mudar a sociedade de alguma forma. Se o povo que foi chamado por Deus para influenciar a sociedade declara que a humanidade não tem jeito e “que bom que vou morar no céu”, então não há esperança.Oro para ver o dia em que cantaremos juntos:“É muito bom morar neste mundo para construir uma morada para Deus.Por isso vou lutar, por isso vou levantar a minha voz contra a injustiça.Vamos trazer juntos o Reino dos Céus e transformar esta Terra na morada do Messias e dos santos homens de Deus.”

Fonte:Valmir Sarmento