Quem eram os doze (12) de Jesus Cristo?  

By Paulo Cesar


Quem eram os doze (12) discípulos/apóstolos de Jesus Cristo?


O perfil dos discípulos/apóstolos.

Veremos a seguir uma síntese da vida dos doze discípulos de Jesus, contendo, suas cidades, localidades de origens, profissão que exerciam antes de serem escolhidos por Jesus, pontos de suas personalidades, alguns fatos de seus ministérios e, como se deu a morte de cada um. A formação apresentada da ordem dos nomes dos discípulos, é a que encontramos em Mateus, capítulo 10, do versículo 1 ao 4.“1 Tendo chamado os seus doze discípulos, deu-lhes Jesus autoridade sobre espíritos imundos para os expelir e para curar toda sorte de doenças e enfermidades. 2 Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: primeiro, Simão, por sobrenome Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; 3 Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4 Simão, o Zelote, e Judas Iscariotes, que foi quem o traiu.”



1. SIMÃO PEDRO - Nasceu em Betsaida, mas residia em Cafarnaum, na Galiléia; Era pescador de profissão;Foi o primeiro líder da igreja cristã. Escreveu as epístolas que levam seu nome; Tinha pouco estudo, impulsivo, amoroso, tímido, explosivo e entendia com dificuldade os ensinamentos; Morreu em Roma, crucificado de cabeça para baixo;

2. ANDRÉ - Também era de Betsaida; Era sócio de seu irmão Pedro na indústria da pesca;Foi um homem zeloso, sincero e dedicado em sua tarefa de apóstolo;Foi quem apresentou Pedro à Jesus. Um dos primeiros discípulos e também o primeiro missionário no estrangeiro; Morreu martirizado na Acássia, onde pregou. Foi crucificado em uma cruz em forma de “X’’.

3. TIAGO - Era de Betsaida, onde trabalhava com a pesca; Tinha personalidade forte e ambiciosa; Foi um dos mais íntimos discípulos de Jesus. Pregou na Judéia; Tornou-se o primeiro mártir entre os apóstolos, morrendo pela espada de Herodes Agripa I.

4. JOÃO - Também era de Betsaida e trabalhava com seu irmão Pedro na pesca; A princípio era de espírito exaltado e indisciplinado; Fazia parte, também do rol dos discípulos mais chegados ao Mestre. Trabalhou pregando em Jerusalém. Escreveu o evangelho e as epístolas que levam seu nome, e também o Apocalipse. Terminou seu ministério em Éfeso e Ásia Menor; Morreu de morte natural, provavelmente com 100 anos de idade, o único que não foi martirizado.

5. FELIPE - Nascido em Betsaida, provavelmente exercia a profissão de pescador; Possuía uma personalidade tímida e inicialmente um pouco incrédulo; Teve um brilhante ministério na Ásia Menor, trabalhou também na Frigia; Foi sepultado em Hierápolis, desconhece-se, porém, o motivo de sua morte, provavelmente foi um mártir.

6. BARTOLOMEU - Era de Caná da Galiléia, sua profissão é desconhecida; Foi uma pessoa em quem não se via dolo, fraude, era honesto (Jo 1:47); Acredita-se que tenha trabalhado na Índia e na Grande Armênia;De acordo com o martirológio romano, ele foi esfolado vivo pelos Bárbaros e recebeu o golpe de misericórdia através da decapitação.

7. TOMÉ - Originário da Galiléia, onde era pescador por profissão; Foi uma pessoa determinada, mas no momento propício não creu na ressurreição de Jesus; Trabalhou pregando o evangelho na Síria, na Pártia, na Pérsia e na Índia; Sobre sua morte há duas versões, uma diz que foi traspassado por uma flecha enquanto orava, e a outra, é de que foi torturado próximo a Madras.

8. MATEUS - Era de Cafarnaum, onde trabalhava como cobrador de impostos (publicano). Podemos observar sua humildade quando seu nome aparece na lista dos Apóstolos após Tomé (Mt 10:3), em outras listas aparece antes de Tomé. O fato de ter abandonado a sua profissão que apesar de ser mui desprezada, também, demonstrava sua humildade. Recebeu poderes apostólicos de milagres e sinais. Esteve no cenáculo em Jerusalém (At 1:13 e 14) após a ascensão de Jesus ao céu. Escreveu o evangelho que leva o seu nome. Ao que se presume trabalhou em prol do evangelho na Judéia, no Egito, na Etiópia e na Pártia. A igreja ocidental o alista entre os mártires.

9. TIAGO, de Alfeu - Originário da Galiléia, sua profissão é desconhecida; Era o mais jovens dos apóstolos; Escreveu a epístolas que leva o seu nome, pregou na Palestina e no Egito;Há duas versões sobre sua morte, uma é que os judeus o expulsaram do templo e o apedrejaram, morrendo por fim através de um golpe de paulada; a segunda hipótese é de que foi crucificado no Egito.

10. JUDAS, o Tadeu - Nascido na Galiléia, a sua profissão também é desconhecida; Era bastante temeroso e um pouco incrédulo; Escreveu a epístola que leva o seu nome, pregou em Edessa na Síria, na Arábia e na Mesopotâmia; Morreu martirizado na Pérsia.

11. SIMÃO, o Zelote - Originário da Galiléia, a sua profissão está também entre as desconhecidas; Era uma pessoa zelosa e cuidadosa em sua vida e ministério; Pregou o evangelho na Pérsia; Morreu crucificado.

12. JUDAS ISCARIOTES - Nasceu na Judéia, provavelmente em Queriote-Hesrom; Sua profissão é desconhecida, mas é provável que tivesse uma formação administrativa, que fez com que exercesse o cargo de tesoureiro do grupo; Era egoísta, ambicioso e possuía um espírito egocêntrico; Suicidou-se após ter traído Jesus.
Com o suicídio de Judas, foi escolhido através da sorte o discípulo Matias para ocupar a vaga de apóstolo deixado por Judas. A história, porém, nos mostra que um outro homem foi escolhido por Deus para ser o apóstolo dos gentios. Seu nome era Saulo, da cidade de Tarso.
Paulo se chamava também Saulo (At.13.9), nome hebraico derivado de "Saul", que significa "pedido". Nasceu em Tarso, na Cilícia, no ano 1 d.C. (At.21.39). Era judeu por descendência e romano devido ao status de sua cidade natal no Império (At.16.37; 22.25-30). Paulo era seu nome romano, derivado do latim "Paulus", que significa "pequeno" (At.13.9).

A conversão de Saulo se deu por volta dos anos 33 ou 34 d.C.. Converteu-se sem a pregação do evangelho por parte de outro homem (Gál.1.11-12). Afinal, quem pregaria para Saulo? O próprio Ananias ficou temeroso quando Deus lhe enviou a orar por aquele que era conhecido como o grande perseguidor da igreja (At.9.13). Uma conversão sem pregação constitui-se exceção. O normal é que alguém pregue o evangelho para que outros se convertam (Rm.10.14).

Fiquem na doce paz de Cristo.

Foi Jesus quem veio cuidar de nós.  

By Paulo Cesar



UMA NOTÍCIA QUE ESTÁ ABALANDO O EGITO! Fé!

Depois do haitiano que ficou 27 dias nos escombros e disse que uma pessoa lhe deu água, veja a notícia interessante que vem ao nosso conhecimento.

UMA NOTÍCIA QUE ESTÁ ABALANDO O EGITO
Um muçulmano egípcio matou sua esposa porque ela estava lendo a Bíblia e então a enterrou com seu bebê nascido há poucos dias e uma filha de 8 anos de idade.
As crianças foram enterradas vivas! Ele então disse à polícia que um tio havia matado as crianças. Quinze dias mais tarde, outra pessoa da
família morreu.
Quando foram enterrá-la, encontraram as duas crianças sob a areia? E VIVAS!
O país ficou em choque e o homem será executado... Perguntaram à menina de 8 anos como ela havia conseguido sobreviver por tanto tempo e ela disse: "Um homem que usava roupas brilhantes e com feridas que sangravam em suas
mãos, vinha todos os dias para nos alimentar. Ele sempre acordava minha mãe para dar de mamar à minha irmã".
Ela foi entrevistada no Egito numa TV nacional por uma mulher jornalista que tinha o rosto coberto. Ela disse na TV pública, 'Foi Jesus quem veio cuidar de nós, porque ninguém mais faz coisas como essas!'
Os muçulmanos acreditam que Isa (Jesus) aparecerá para fazer coisas desse tipo, mas as feridas em Suas mãos dão provas de que
Ele realmente foi crucificado e que Ele está vivo!
Também ficou claro que a criança não seria capaz de inventar essa história e não seria possível que essas crianças vivessem sem um
milagre verdadeiro.
Os líderes muçulmanos terão muita dificuldade em lidar com essa situação e a popularidade do filme 'Paixão de Cristo' não os ajuda!
Como o Egipto está bem no centro da media e da educação do Oriente Médio, você pode ter a certeza de que essa história vai se espalhar rapidamente.
Jesus Cristo ainda está deixando o mundo de pernas pro ar!
Por favor espalhe esta história por todos os lugares. 'O Senhor diz, 'Abençoarei a pessoa que colocar Sua confiança em mim''
(Jeremias 17).
Jesus disse: "Se me negas entre os homens, te negarei diante do Pai”
De que adianta um homem ganhar o mundo inteiro, se perde a sua alma.
(Lucas 9:25)

Fiquem na doce paz de Cristo.

Jesus e seus pés sujos  

By Paulo Cesar



“E percorria Jesus todas as cidades e aldeias” Mateus 9:35

Jesus sem dúvidas nenhuma foi um verdadeiro itinerante em seu ministério.

Um homem sem endereço, sem teto, mas nunca sem rumo. Ele sabia onde estava e sabia onde queria ir, estava com os pecadores e queria ir onde estava a redenção destes (cruz).

Jesus nunca viajou mais de 200 km de sua cidade natal, mesmo assim alguns estudos mostram que seus pés eram carregados pela poeira da palestina. Ele em três anos de ministério caminhou aproximadamente 50 mil km, e isso na maior partes das vezes a pé.

Era fácil saber onde Jesus estava por conta de sua fama que corria rápido, mas chegar onde estava podia custar até dias de viagem, mesmo assim muitos faziam tamanha jornada.

Se em sua época Jesus fosse onipresente seus contemporâneos dariam maior valor do que nós nos dias de hoje.

Muitas das distâncias que Jesus percorreu foi para curar paralíticos, libertar oprimidos e anunciar salvação, horas de viagem em favor do povo de sua época.

Mas lembre-se sempre que os últimos 650 metros que Jesus caminhou, foi por mim e por você, pois foram passos em direção ao seu destino final (cruz), foram passos arrastados e lentos, em um caminho ainda hoje conhecido como Via dolorosa.

por Alan Corrêa (@opoiema)

O tudo de Deus para você... e o tudo de você para Deus  

By Paulo Cesar

Com certeza estamos cansados de quase sermos alguma coisa, quase alcançarmos, quase termos fé, quase conseguirmos a bênção. A Bíblia não aponta em tempo algum para "quase". Não diz quase plenitude de Deus, não diz quase santos, quase humildes, quase abençoados, quase salvos. A Bíblia aponta para uma plenitude, para uma totalidade, para uma completude que emana de Deus para as nossas vidas e que já está pronta e disponível a cada um de nós, e precisamos descobrir isso. Deus lamentou em Oséias 4:6: "o meu povo perece porque lhe falta conhecimento".

É preciso que o Espírito Santo mude a postura da nossa mente no que diz respeito ao recebimento, à compreensão de cada um, porque nós não podemos viver uma postura religiosa, de ir aos cultos aos domingos, só para ouvir religiosamente, pensando que é um dia no qual recebemos ânimo para enfrentarmos a barreira da semana que a gente não agüenta. Essa postura precisa mudar em nome de Jesus, porque o lugar da celebração é lugar de suprimento e quando você sai, cada realidade da palavra que você ouviu se manifestará.

Vamos receber o conhecimento que vem da parte de Deus para entender a dimensão das coisas que o Senhor tem pra nós e sairmos da religiosidade. A Bíblia diz que Jesus está assentado à direita do Pai (Hb 12:2) e nós estamos assentados juntamente com Ele (Ef 2:6). Temos amparo n'Ele. Estamos aqui fisicamente, mas espiritualmente estamos lá, com o Pai. Isso é a realidade da sua vida e ninguém vai lhe deter, no poder e na autoridade do nome de Jesus.

Jesus Cristo nos defende à direita do Pai e todos nós, aqui em baixo, estamos com Ele reinando e O representando legalmente, estabelecendo o Reino d'Ele, para que seja feita a Sua vontade assim na terra como é feita nos céus. Só que Deus sabe que, além de nos assentarmos nas regiões celestiais, temos que saber outra coisa: Ele tem que fazer uma outra coisa, que é o que o texto diz em Efésios 3:14-21:

"Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo (...) para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender (...) qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus. Ora, Àquele que é poderoso para fazer tudo infinitamente mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a Ele seja a glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém".

Paulo ora para que os gentios entendam que temos o mesmo direito de filhos que Israel tem. Dentro de nós jorra o sangue de um judeu: Jesus, que nos purifica de todo o pecado. E não há diabo, mundo, circunstância, carne que mude isso. Todos terão que engolir essa verdade e ficar debaixo de nossos pés. Precisamos assumir a postura que nos é devida contra as coisas que se opõe a Deus. O que flui em nós não é qualquer coisa, é a vida de Deus.

Paulo também ora para que sejamos fortalecidos no nosso homem interior. Todas as vitórias em nós encontram força de dentro para fora. A expressão do que somos por fora é reflexo de como estamos por dentro. E o que Paulo diz é que essas verdades poderosas que arrebentam o inferno, elevam a nossa moral diante de Deus e de todas as coisas. Por isso, essas verdades devem ser fortalecidas e profundamente claras em nós, porque, se estamos fortalecidos por dentro, estamos fortalecidos por fora e, se estamos fortalecidos dentro e fora, ninguém nos detém e ninguém nos segura. Nos tornamos imbatíveis.

Paulo estava de joelhos. Por que de joelhos? Porque, para esse entendimento, é necessário um quebrantamento profundo das estruturas de mente que o homem tem. Para entender isso você tem que romper com as estruturas velhas de mente que você possui, mudar a sua postura religiosa para uma genuinamente espiritual. Por exemplo, mude a sua postura de egocentrismo, para uma postura de serviço a Deus e serviço ao próximo como testemunho de que você ama a si mesmo. O amor é o vínculo da perfeição. Jesus disse que temos que amar o próximo como a nós mesmos e o verdadeiro testemunho de amor ao próximo é quando ando em direção a ele para o abençoar, para que não haja ninguém na Igreja de Jesus desamparado. A Bíblia diz que se eu não amo os da minha casa, sou pior do que o incrédulo (I Tm 5:8). Diz também que temos que fazer o bem primeiro aos domésticos da fé. O Reino de Deus é amor e devemos amar nossos inimigos.


Pr. Marcel Alexandre da Silva

Confiar em Deus  

By Paulo Cesar


O profeta Isaías, ao se referir à grandeza de Deus e à confiança que nEle deve ter o homem, diz:

“Os que esperam no Senhor, adquirirão sempre novas forças, tomarão asas como de águia, correrão e não fatigarão, andarão e não desfalecerão.” Isaías 40:31

É muito singular que o Profeta compare os que confiam no Senhor às águias. É que elas têm uma forma toda especial de enfrentar as tempestades. Quando se aproxima uma tempestade as águias abrem suas asas, capazes de voar a uma velocidade de até noventa quilômetros por hora, e enfrentam a tormenta. Elas sabem que acima das nuvens escuras e das descargas elétricas, brilha o sol.
Nessa luta terrível elas podem perder penas, podem se ferir, mas não temem e seguem em frente. Depois, enquanto todo mundo fica às escuras embaixo, elas voam vitoriosas e em paz, lá em cima. Confiança que traduz certeza é o seu lema. Para além da tormenta, brilha o sol, e o sol elas buscam.

Na morte, as águias também dão excelente lição de confiança. Como todos os seres vivos, elas também morrem um dia. Contudo, alguma vez você já se deparou com o cadáver de uma águia? É possível que já tenha visto o de uma galinha, de um cachorro, de um pombo. Quem sabe até de um bicho do mato nessas extensas estradas de reserva ecológica. Mas, com certeza nunca encontrou um cadáver de águia.
Sabe por quê? Porque quando elas sentem que chegou a hora de partir, não se lamentam nem ficam com medo. Localizam o pico de uma montanha inatingível, usam as últimas forças de seu corpo cansado e voam naquela direção. E lá esperam, resignadamente, o momento final. Até para morrer, as águias são extraordinárias.

Quando, por ventura, você se deparar com um momento difícil em sua vida, em que as crises aparecem gerando outras crises, não aceite que o desânimo se aposse das suas energias. Busque a Deus em oração. Ele é o criador e o sustentador da sua vida. Pequenos dissabores que estejam atingindo você não podem ser empecilhos para parar a sua caminhada.
À Discórdia é um problema que está pedindo a você uma ação conciliadora. Desarmonias domésticas requer mais atenção aos familiares. Doença é processo de recuperação da verdadeira saúde. Até mesmo a presença da morte não significa outra coisa senão renovação, e mais vida.

Pense nisso:
Sempre que as aflições chegarem até você em forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou afronta, não se entregue.
Lembre-se que, se você procurar pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também estará procurando alcançar você!
Se o socorro parece demorar um pouco, persevere e tenha fé, lembrando que quando Deus está quieto é por que ele está trabalhando e o socorro esta vindo. Tudo é no tempo Dele.

Lembre-se disto meu amado(a) muita oração muito poder,pouca oração pouco poder,nenhuma oração nenhum poder. Deus o abençoe. Fique na Paz