1 de mai de 2011

Entrega


Se eu quiser me aproximar de Deus
posso ir mesmo cega,
posso ir enferma, possessa,
posso ir magoada
posso ir aleijada
posso ir pecadora, imperfeita
posso ir desesperada
posso ir em angústia, sofrendo
posso ir gritando, gemendo
posso ir extremamente doente
posso ir descontente
posso ir amargurada, ressentida
posso ir decepcionada
posso ir louca, falida
posso ir soluçando
posso ir rastejando
posso ir ajoelhada
Posso até não dizer nada...
eu só não posso mesmo ir,
se a intenção for só pedir,
sem minh'alma, por fim,
ter intenção de entregar.

Extraído do blog:http://poesiaevanglica.blogspot.com/

1 comentários:

O Universo dos Pensamentos disse...

Beloooo poema, parabéns!


Boa noite,