A coragem de um Padre e a omissão dos Pastores!  

By Paulo Cesar

This entry was posted on 18:39:00 . You can leave a response and follow any responses to this entry through the Assinar: Postar comentários (Atom) .

5 comentários

Parabéns, ao pe José Augusto. Homkem de Deus.

muito bom esse tema,que o senhor continuem abençoando este blog,sou amigo de blog de irmão Max Aparecido.

Vamos fazer um acordo ?
vc mim segue e eu sigo seu blog? vc vai gosta dos temas abordados.
Obrigado!
Deus o abençõe nossos blog...
http://gleysonsantana.blogspot.com/

Gostei do Blog, já estou lhe seguindo e convido a visitar o meu e se desejar me seguir, desde já agradeço, forte abraço!
www.fernandofts.blogspot.com

Boa noite!
vim, te oferecer o selo de 350 seguidores do Toque e te agradecer por isso.
com carinho
san

Paz seja contigo.

De tudo o que se pode criticar e elogiar na exposição do padre, os quais destaco e comento:

1ºAceitar agir diante da inquietação do seu coração e diante da passividade da igreja em momentos decisivos e que podem dar inicio a mudanças no futuro desta e da próxima geração

2ºAdmitir que o altar não é lugar de propaganda político-partidária. Também não concordo com tal uso, mas devo entedner que ao fazer esta declaração, o sacerdote foi íntegro e enfatizou o ser cidadão e agir diante das questões que são de interesse da comunidade cristã

3º Reconhecer que no meio evangélico existe comportamentos ainda dignos de honra como a coragem de se pronunciar acerca da Verdade e a preocupação em ganhar almas.

Por isso insisto em dizer a todos quanto posso que ser Luz no mundo implica em esclarecer, mostrar revelar (nada de revelamentos) a plenitude de Deus, que é Cristo a todos, e dizer sim quando é sim e não quando é não. Reprovar o erro e honrar a o que é correto, mesmo que fazer isto signifique trazer sobre si perseguição e afrontas.

Permaneça na Graça e nela frutifique

Nicodemos