UMA NOVA VISÃO SOBRE O DESERTO  

By Paulo Cesar



Êxodo 13.17

Toda vez que falamos ou ouvimos sobre deserto, nos referimos a um tempo difícil em nossas vidas. O deserto é sinônimo de escassez, de sofrimento, de provas, de testes.

É sinônimo de divórcio, rejeição, perseguição, pouco dinheiro, doença, frieza espiritual, infertilidade...

Significado da palavra deserto:

1 Região árida e despovoada, com vegetação pobre, adaptada à escassez de chuva. 2 Lugar solitário ou pouco freqüentado. 
Em resumo, um lugar onde não queremos estar.

Há desertos que entramos por conta de nossa independência e outros que Deus nos conduz.

No caso da saída do Egito, foi um deserto conduzido por Deus, mas que havia 3 tipos de pessoas:

1. Os independentes que murmuravam e por isso morreram no deserto;
2. Os fiéis, Josué e Calebe;
3. Os que nasceram no deserto.

Deus tinha um povo que saiu do Egito e outro que entrou. Assim é conosco, há coisas em nós que no tempo do deserto permanecerão, pois tem dado certo (Josué e Calebe), mas há outras que precisarão morrer para dar lugar ao novo, para dar lugar a nova pessoa que vai conquistar Canaã.

Ainda que seja quase tudo que precise mudar, Deus fará de você uma nova pessoa, um campeão. Para Deus, nada é impossível


3 certezas que preciso ter no tempo do deserto:

1. O “ONDE” de Deus é o melhor para mim;
O Egito representa escravidão e Deus me quer livre para desfrutar de Canaã, da terra que mana leite e mel.

2. O “TEMPO” de Deus é o melhor para mim;
Deus sabia que ainda não havia chegado o tempo de eles lutarem contra outra nação. Eles desistiriam.

3. O “COMO” de Deus é o melhor para mim;
O deserto era necessário para aperfeiçoar o povo e tirar deles a mentalidade de escravo e dar-lhes a unção de conquista.

Lições que preciso aprender no tempo do deserto para ter êxito em minha caminhada:

1. O Senhor me capacitará para fazer o que eu não estou habituado.

Temos uma grande tendência de achar que aquilo que não sabemos fazer é de fato, impossível de fazer.

Eles eram escravos e não guerreiros, mas o Senhor os capacitou a vencer os amalequitas.

Os amalequitas são aqueles que aparecem de surpresa na hora que estamos cansados da caminhada e logo após vivermos milagres de Deus. Foi em Refidim que Moisés feriu a rocha e dela saiu água.

“Sucedeu que os amalequitas vieram atacar os israelitas em Refidim. Então Moisés disse a Josué: ‘Escolha alguns dos nossos homens e lute contra os amalequitas. Amanhã tomarei posição no alto da colina, com a vara de Deus em minhas mãos’. E Josué derrotou o exército amalequita ao fio da espada”. Êx 17.8,9,13



2. Em minhas batalhas, não sentirei falta de nada.

A batalha contra os amalequitas foi vencida com espadas que os hebreus pegaram dos egípcios.

“Fizeram, pois, os filhos de Israel conforme a palavra de Moisés e pediram aos egípcios objetos de prata, e objetos de ouro, e roupas. E o SENHOR fez que seu povo encontrasse favor da parte dos egípcios, de maneira que estes lhes davam o que pediam. E despojaram os egípcios”. Êx 12.35,36

Nada do que é seu ficará sob os cuidados de seu inimigo e mais, o que é dele, virá como recursos para sua mão e te ajudarão a vencer.

3. No tempo do deserto celebrarei FESTAS ao SENHOR

“Disse o SENHOR a Moisés: Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: As festas fixas do SENHOR, que proclamareis, serão santas convocações; são estas as minhas festas”. Lv 23.1,2

No capítulo 23 Deus dá ordem para fazerem 7 festas anuais em épocas diferentes.
E deserto é lugar de festa?
A festa não era para comemorar a situação em que viviam, mas o que Deus tem feito em meio ao deserto.

Adore;
Mude o teu semblante;
Venha a igreja, à célula;
Agradeça;
Das 7, 6 eram para recordarem os feitos de Deus - Traga à tua memória o que te dá esperança.


4. No tempo do deserto, viverei em unidade

“O SENHOR ia adiante deles, durante o dia, numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite”. Êx 13.21,22

A temperatura no deserto varia muito ao longo do dia. De dia é um forte calor, à noite é bem frio. Todo o povo ficava embaixo da sombra pela manhã e era aquecido pela nuvem com aparência de fogo à noite.

Se no momento do deserto eu me isolar e achar que posso resolver tudo sozinha,
Sol forte – o calor das lutas
Frio intenso – frieza espiritual, falta de fé, sentimento de abandono
ME MATARÃO.

É NO TEMPO DO DESERTO QUE PRECISAMOS NOS APROXIMAR MAIS DE NOSSO LÍDER E DE NOSSOS IRMÃOS PARA SERMOS AQUECIDOS OU REFRIGERADOS NA MEDIDA CERTA.

5. É no deserto que eu amadureço e me preparo para o ministério

O deserto é um divisor de águas em nossas vidas. Não podemos olhar para ele como um castigo, mas como a oportunidade de sermos mudados (Josué e Calebe) e alcançarmos o que tanto almejamos e o que nos foi dado como promessa.

Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. Mt 3.16




A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Mt 4.1

E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Mt 4.19

By:
Carolina Corrêa


This entry was posted on 19:10:00 . You can leave a response and follow any responses to this entry through the Assinar: Postar comentários (Atom) .

2 comentários

Olá!!
Gostaria de ganhar uma renda extra com o seu blog trabalhando 1h por dia em seu computador?
Não se trata de vendas e nem de indicar pessoas.
Acesse o link: http://ganhosweb.com ou envie um email para suporte@ganhosweb.com

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.