• This is Slide 1 Title

    This is slide 1 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 2 Title

    This is slide 2 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 3 Title

    This is slide 3 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

3 de mar de 2015

Ele recolhe minhas lágrimas

"Registra Tu mesmo o meu lamento: recolhe as minhas lágrimas no Teu odre. Acaso não estão anotadas em Teu livro?" (Salmo 56:8)

Este versículo trata do momento que Davi está preso em Gate pelos filisteus. Foi no meio dessa provação que ele, assim mesmo, declarou esta oração esperando pelo consolo de Deus.

Davi foi um homem de lagrimas. Chorou e chorou muito. Em muitos momentos de alegria e outros de profunda tristeza e decepção. Em todas elas, porém, o Salmista descobriu que o Senhor não permitiu que nenhuma lágrima fosse ignorada ou menos prezada. Ele tinha no coração a certeza que o Senhor recolhia todas as suas lagrimas. Isto é tremendo! Eu tenho um Deus que recolhe as minhas lagrimas.
 Não dá para se emocionar quando lemos que o nosso Deus recolhe as nossas lágrimas e guarda, todas elas, no  seu odre. Meu amado neste mundo choro que vivemos, podemos ter a certeza que o carinho do Senhor é real diante do nosso choro.

Suas lágrimas nunca foram e nunca serão em vão. Suas lágrimas nunca são e nunca serão desprezadas. Recolhidas pelo Senhor, elas são a matéria prima da sua "volta por cima". Ela será o consolo do teu coração e a certeza que o teu Deus vai agir.

Como diz a canção de Kleber Lucas: “E mesmo quando eu chorar, as minhas lágrimas serão, para regar a minha fé E consolar meu coração, pois o que chora aos pés da cruz, clamando em nome de Jesus, alcançará de Ti Senhor misericórdia, Graça e luz”


Texto escrito pelo nosso querido Apóstolo Alexandre Macedo no seu blog: