• This is Slide 1 Title

    This is slide 1 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 2 Title

    This is slide 2 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

  • This is Slide 3 Title

    This is slide 3 description. Go to Edit HTML and replace these sentences with your own words. This is a Blogger template by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com...

29 de mai de 2010

"Há um Deus em tua vida


Quando te vejo tão acomodado ao mundo que te cerca,
como a água tomando a forma do vaso que a contém,
eu me lembro de um Rei coroado de espinhos,
arrastando uma cruz pelos caminhos,
pelas ruas de Jerusalém.

Quando te vejo tão preocupado com rótulos e comodidades,
tão desejoso de aparecer,
eu me lembro de um jovem-Deus perdido no deserto,
onde só feras e anjos O podiam ver.

Um jovem-Deus que te entregou um dia
o privilégio da Grande Comissão,
o Qual negas com tua covardia,
sucumbindo a promessas que te falam à carne e ao coração.

Quando te vejo tão ocupado em construir celeiros,
ajuntando fortunas que o ladrão pode roubar,
eu me lembro de um Deus caído sob tuas culpas
sem o conforto de uma pedra para repousar.

Quando te vejo conivente com aquilo que Ele aborrece,
ao ponto de ocultar a Herança que Ele te legou,
pergunto: Seria falsa a promessa que fizeste
ou o amor que tu Lhe tinhas era pouco e se acabou?

Onde está teu grito de protesto, que já não escuto?
Tua atitude de inconformação?
Será que te esqueceste do santo compromisso
ou te parece pouco o privilégio da tua missão?

Por que tremes diante do mundo,
temendo por valores que só servem aqui?
Será que Cristo te escolheu em vão
ou será que já não existe um Deus dentro de ti?

Tu estás no mundo, mas não és do mundo.
Não escolheste – foste escolhido.
Por que te encolhes ao ponto
de seres grande pelo padrão dos homens,
comprometendo tua autoridade
de condenar um mundo corrompido?

Foste escolhido para uma missão tão grande
que nem a anjos foi dada a executar:
não te assustem ameaças,
não te seduzam promessas,
numa obra eterna, é melhor morrer do que negar.

Lembra-te que há um Deus em tua vida
que os teus atos devem glorificar.

Myrtes Mathias

27 de mai de 2010

Premio TopBlog

25 de mai de 2010

Todos precisam saber

A coisa principal pela qual viver
É a vida eterna. E a vida eterna
É a Deus conhecer e em Jesus Cristo ver
O Caminho, a Verdade e a Vida:
Todos precisam saber.
Pelos vales, pelos montes, como um rio, como fontes,
Seu amor deve alcançar todo o Brasil, tão lindo,
Tão rico, mas tão sofrido, com tantos filhos perdidos,
Milhões deles tão distantes, outros tão juntos demais,
Que clamam por um espaço:
- Senhor, estende teus braços,
Todos precisam de paz!
Como as águas dos ribeiros seguindo o rumo traçado
Desde o princípio por Ti,
Move mente e corações para que hoje Te conheçam
E a Teu Filho reconheçam,
Porque isto é a vida eterna que já começa aqui.
Paz e justiça se encontrem neste deserto, Senhor,
Que é a alma do nosso povo clamando por mundo novo,
O seu grito de socorro para sempre transformado
Em um hino de louvor.

19 de mai de 2010

Escreve em Mim

Senhor, aqui está minha vida,
não como um documento já preparado
à espera da Tua rubrica.
Apenas uma folha de papel em branco
a ser preenchida com a vontade Tua,
com os planos Teus.
Por favor, Senhor,
pensa em minha insuficiência,
considera minha dificuldade de compreender
e escreve com tintas vivas, nítidas,
de tal maneira que me seja impossível
confundir ou duvidar.
Quero sair agora,
ainda hoje, se possível for,
a mostrar ao mundo o que escreveste em mim,
a provar aos homens que Tu és o Autor.

Que a mais simples criança possa ler-te em mim
e que o mais sábio dos homens possa reconhecer
em cada gesto meu
o traçado dos eternos dedos Teus.

Diante desse mundo que se desintegra,
desta sociedade que exige cada vez mais,
quem sou eu para escrever primeiro
e pedir depois a Tua aprovação?

Estende a mão que gravou no Sinai a Santa Lei,
que escreveu na areia uma mensagem até hoje desconhecida
e, para o bem do mundo,
para glória Tua,
para paz de minha alma,
escreve na folha em branco de papel que eu sou,
a palavra que és Tu mesmo:

AMOR!

Myrtes Matias

12 de mai de 2010

Eu cri e a Paz de Deus encheu meu coração

Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.

Justificados pela fé, temos paz com Deus

(Romanos 10:9; 5:1).

RESPOSTA A UMA VELHA PERGUNTA

Certo jovem que havia crescido em uma família piedosa relata o seguinte:

“Desde menino queria saber se existiam pessoas com total certeza de que iriam para o céu. Mas não me atrevia a perguntar isso para ninguém. Quando fiz 18 anos, pela primeira vez em minha vida encontrei um verdadeiro cristão que havia nascido de novo. Isso aconteceu durante um encontro casual de negócios. Quis saber como aquele homem obtivera o cargo que ocupava. Ele me contou que havia entregue sua vida a Cristo, seu Salvador, Senhor e Mestre, e que Este lhe colocara na posição que estava.

Essas palavras me chamaram a atenção. Delas emanava tal confiança em Deus, confiança essa que minha religião – a única verdadeira segundo os meus conceitos – não podia me dar. Nesse momento tive a coragem de fazer a velha pergunta de minha adolescência, ou seja, se ele estava seguro de que iria para o céu. Aquele homem me respondeu com um ‘sim’ tão convicto, e imediatamente acrescentou que não era melhor que os outros, mas que todos os pecados dele o Senhor Jesus havia pago na cruz. Eu também cria nisso, no entanto pensava que esse fato não era suficiente. De acordo com a minha opinião, a fim de poder ir para o céu era necessário, no mínimo, uma vida inteira de boas obras.

Pouco a pouco compreendi que a fé no Senhor Jesus era verdadeiramente suficiente e que Deus podia perdoar meus pecados devido ao sacrifício de meu Substituto. A única coisa que eu precisava fazer era crer nessa obra redentora. Eu cri e a paz de Deus encheu meu coração.”