Valorização da Família  

By Paulo Cesar


Para Meditar: Salmo 68.6
Conforme nos ensinam o livro de Gênesis, a família tem a sua origem a partir de um gesto criativo da parte de Deus, que o que faz dele o verdadeiro o autor da família.

Agora, despertados pelo o alto valor que Deus atribuiu à sua criação, entendemos o quanto a família é importante e como necessário que nos esforçar temos para que a estrutura familiar seja preservada. Afinal, após ser informado a primeira família, Deus reconheceu ter criado algum muito bom (Gn 1.31).

Contudo, a julgar pela maneira como a família vem sendo maltratada (e até mesmo a tacada), percebemos que a sociedade atual não tem dado à família o valor e importância que ela merece. Conceitos e idéias contrárias que a noção bíblica da família estão sendo propagado os encenadas pelos mais diversos veículos de comunicação (principalmente a televisão), informando que parece ser o da sistemática de propaganda contra a família.

Se Deus julgou ter feito algo muito bom quando criou a família, o pensamento predominante nos dias de hoje expressa uma opinião exatamente contrária à do criador. Basta que fiquemos algum tempo diante da televisão ou lendo alguns dos livros que têm feito sucesso, para que sejamos totalmente inundados por uma verdadeira avalanche de idéias distorcidas sobre o valor e importância da família. Conceitos como a autoridade e amor dos pais, companheirismo entre irmãos, a segurança de um lar bem formado e estabilizado  estão sendo sutilmente questionados e até mesmo destruídos. Sem que consigam perceber, muitos adolescentes e jovens estão sendo levados a acreditar que seus pais são verdadeiros carrascos dos quais precisam se livrar o mais rápido possível, só sabem criar proibições e  obstáculos e vivem tentando impedir a realização e a felicidade de seus filhos.

Outros estão sendo enganados pela idéia de que os jovens de hoje formam uma geração forte, capaz de encarar e vencer o mundo sozinho, sem ajuda e proteção do “papai e da mamãe”. Idéias distorcidas  como estas têm contribuído para formar na mente da sociedade moderna opinião de que a família é algo ultrapassado e “careta”, que a moda é cada um viver por si, fazendo tudo o que bem entende, sem nenhum “coroa ranzinza” ou ” irmãozinho  chato.” para a atrapalhar.

A única maneira de não sermos tragados por esta onda maligna de desvalorização da família é nunca esquecer  que a família foi criado por Deus para nosso bem-estar, pois nos conhecendo tão bem como só ele conhece, sabe o quanto precisamos dela para nossa realização e felicidade.

Vivemos em nosso país problemas sociais gravíssimos, tais como criminalidade e meninos de rua. Analisamos profundamente cada uma dessas questões, chegaremos à triste conclusão de que boa parte delas a está ligada à questão da família, e isto é, muitas das pessoas diretamente envolvidas nesses problemas são de família de estabilizadas, e outras vivem um drama ainda maior, que é a ausência total da família. Tudo isso nos ajuda a entender o quanto a família é importante e como é necessário que lhe demos o seu devido valor.

Depois de ser criado há família, Deus reconheceu perfeito uma coisa muito boa. Não foi por questão de vaidade ou prepotência, mas sim que, por saber o quanto é importante que cresçamos sendo protegidos e amados, o que faz de nós pessoas capacitada a para proteger e amar a família. É que no ambiente da família que aprendemos as coisas mais importantes que queiram nos acompanhar por toda a vida.

Portanto, nós é que temos a responsabilidade de preservar todas as coisas boas que Deus criou, não nos deixemos enganar por aqueles que tentam nos convencer de que a família é algo do passado e que viver num lar solidamente baseada nos padrões de Deus é uma idéia que a “já era”.

Temos necessidade de proteção, orientação, correção e amor. Deus nos  supremo todas as necessidades por intermédio da família, que é o primeiro instrumento por meio do qual Eles atua em nossas vidas. Portanto desprezar a desvalorizar a família, além de ser um ato de rebeldia é uma prova muito clara e de ingratidão diante de um dos maiores presentes que o criador nos ofereceu.

A humanidade começou a existir através de uma família e isso não aconteceu por acaso, mas para que entendêssemos a importante mensagem: esta  mesma humanidade depende da preservação da família e para continuar a existir.

Sendo assim , só nos resta reconhecer que a família não é uma ” pedra no sapato”, nem  é maldição na vida de ninguém, antes uma grande bênção e uma jóia de grande valor pelo qual temos muito que agradecer.

A única maneira de não sermos tragados por esta onda maligna de desvalorização da família é nunca esquecer  que a família foi criado por Deus para nosso bem-estar, pois nos conhecendo tão bem como só ele conhece, sabe o quanto precisamos dela para nossa realização e felicidade.

Vivemos em nosso país problemas sociais gravíssimos, tais como criminalidade e meninos de rua.
Analisamos profundamente cada uma dessas questões, chegaremos à triste conclusão de que boa parte delas a está ligada à questão da família, e isto é, muitas das pessoas diretamente envolvidas nesses problemas são de família de estabilizadas, e outras vivem um drama ainda maior, que é a ausência total da família.

Tudo isso nos ajuda a entender o quanto a família é importante e como é necessário que lhe demos o seu devido valor.

Perguntas:
  1. Você tem valorizado a sua família?
  2. O que você pode fazer para melhorar o seu relacionamento com a sua família?

Fonte: http://www.montesiao.org.br